Skip to content

os amores de nossas vidas

setembro 18, 2009

Uma canção sofrida de Carly Simon tocava no rádio quando Orlinda acertou a cabeça de seu marido com uma panela de pressão, onde ainda havia um restinho da sopa de ervilhas que eles comeram no jantar. Sim, aquela foi uma noite romântica, em comemoração aos seus dez anos de casamento. A pancada, entretanto, foi tão inesperada que ele sequer teve tempo de reagir. Por alguns instantes, o corpo de Romualdo teve leves espasmos, até não restar mais nada. Sua algoz, petrificada, assistia a tudo com a arma do crime ainda em mãos, no que o refrão da música repentinamente chega ao climax. Só o sangue se movimentava, escorrendo pelas orelhas e narinas do pobre rapaz, deixando o tapete de fibras naturais tão vermelho quanto o amor que diziam sentir um pelo outro. As pupilas, agora dilatadas e estáticas, outrora só apontavam para ela: o ataque fatal apagou tudo. Maldita a hora em que ele resolveu criticar a permanente que ela fizera nos cabelos especialmente para aquela ocasião.

Bonus track: Carly Simon “Coming around again”

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: