Skip to content

O Drama de Falsiane [ Episódio Derradeiro ]

junho 4, 2012

Falsiane, a atendente nervosinha da Belvedere Seguros, acabou atrapalhando a trepada de Amanda. Justo quando ela conseguira catar um homem com jeito de macho, digno de fazê-la aceitar até mesmo um namoro… Deveria ser a tal lei de Murphy, fazendo valer sua fama de maldita.

-Senhora Amanda, eu preciso falar em particular com a Senhora.

-Algo relativo ao reboque, eles já estão chegando?

-Na verdade, eu gostaria de falar sobre o rapaz que a Senhora levou para dentro do carro. 

– Falsiane, como assim??

-Shhhhh… calaboca! 

-Tudo bem, me desculpa. Como você sabe que tem alguém comigo aqui dentro?

-Então, dexocontá. Eu tenho um tumor no cérebro, do tamanho de uma macadâmia. 

-E?

-Eu consigo ver o que nossos assegurados fazem enquanto aguardam o reboque. Não é tecnologia, é feitiçaria! 

-Não fode! Vai dizer que você pode me descrever como que ele é? Surpreenda-me.

-Moreno, parrudo, cavanhaque de malandro, eu diria que é  instrutor de educação física… 

-Como assim?! Você deve ser atendente do inferno, só pode ser…

-Pense bem… Se fizer pirraça eu não vou estar liberando o reboque para a Senhora. 

-Tudo bem. O que você quer de mim?

-Bom… você pode ser minha amiga. Passar a mão nos meus cabelos… Mas só no sentido de crescimento. Se fizer no sentido contrário, meus olhos pulam das órbitas e eu fico cega. 

-Ah, tá bôua? Que doideira!

-É sério. Eu tenho olho de peixe e lábios leporinos. Fora esse dom de ver os clientes… 

-Meus deus, Falsiane… estou até me sentindo culpada por ter brincado com seu nome.

– Não tem problema, senhora. Todos debocham e riem do meu drama.

– Ai, fiquei mal agora… Desculpa, desculpa, desculpa!

– Não se preocupe. O tumor não permite que eu tenha ressentimentos. Não tenho raiva da senhora.

– E o que posso fazer para te ajudar? Já tem um médico, dinheiro… alguma coisa?!

– Eu só tenho alguns dias de vida, senhora. É por isso que estou aqui, pagando meu karma.

– E a empresa está te dando algum apoio?

– Não, senhora. Eles me mantém acorrentada a uma girafa, e só posso comer lavagem.

-Isso é pegadinha, né? Só pode ser? Cadê os moços do reboque?

-Pois não. Eles já estão aí, só que ficaram com receio de interromper a Senhora o e o rapaz que está dentro do carro. Eles pediram para eu ligar, de modo que vocês possam se recompor e o serviço possa estar sendo feito. Posso ajuda-la em mais alguma coisa, Senhora?

– Filha da p…

– A Belvedere Seguros agradece a preferência. Boa noite, Senhora.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. julho 15, 2015 10:10 pm

    Ri alto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: