Skip to content

O queijo do vizinho

junho 25, 2011

Depois de um dia inteiro batendo pernas pelo Centro, o casal de feirantes entrou num motelzinho fuleiro, para dar uma aliviada na tensão. Quando Fabíula tirou a calcinha, subiu aquele pavoroso cheiro de rato morto. Ela rebolava em seu colo, toda se querendo, mas estava gripada, e então só Roberval sentia a catinga azeda que empesteava todo o quarto. Como era um cara discreto, foi disfarçando e a jogou dentro da hidro, àquela hora já cheia de espuma. Com cuidado, esfregou-lhe vigorosamente os baixos fuditórios, antes de voltarem para a cama. Fabíula estava fogosa, e revigorada. A sacanagem voltou a esquentar, e ele forçou a cabeça da namorada para baixo, na esperança de receber um guloso bolagato. De sopetão, ela olha furiosa para o marmanjo e aponta-lhe o dedo: “Se eu quisesse queijo, Roberval, teria pedido para irmos ao festival de fondue! Seu porco!”

Moral da história? As pessoas continuam se incomodando só com a grama do vizinho…

Anúncios
9 Comentários leave one →
  1. junho 30, 2011 9:18 pm

    “baixos fuditórios”, isso é tão a cara desse blog. Tem coisas que a gente só lê aqui.

    No mais, não exatamente em se tratando de “baixos fuditórios” mal lavados, realmente, o que eu já vi de caso de gente que não falou nada pra ser delicado e se fudeu depois. Conheço até uma louca que pegou herpes por educação (e contou o caso na faculdade e obviamente ganhou o singelo apelido de Dani Herpes. Pra todo o sempre).

  2. julho 1, 2011 4:21 pm

    Bah, gostava tanto de fondue, rafael…

  3. soraya permalink
    julho 2, 2011 5:22 pm

    seu blog é uma merda! seu blog é uma merda mesmo, o nome é até legal, mas o conteudo. AFFE!!!!

    • julho 2, 2011 9:21 pm

      Muito obrigado, Soraya! Em quatro anos de existência, essa é a primeira qualificação negativa do Suburbanismos!
      Vamos encaminhar seus elogios ao nosso setor de qualidade, para que possamos aprimorar nosso cinismo.

      Beijos!

  4. julho 4, 2011 10:58 am

    registro aqui a admiração de um leitor cada vez mais assíduo de Salvador. Saudações suburbanas soteropolitanas!

  5. julho 21, 2011 5:49 pm

    Nossa, será que eu posso comentar o comentário negativo? Hahahaha!

    Pois eu simplesmente AMO o Suburbanismos, o dia que vc resolver transformar isso em livro, vai ser o meu de cabeceira.

  6. julho 21, 2011 5:49 pm

    Tem algum post estrelado por alguma Soraya?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: