Skip to content

Aliviada

agosto 25, 2013

Genise estava meio sorumbática, com o pensamento perdido lá na missa de sétimo dia da bezerra malhadinha. Tinha brigado com o marido, que chegou em casa com a gola da camisa manchada de batom. A discussão seguiu madrugada adentro, e ficou combinado que ele dormiria no sofá. Sair da cama já foi complicado, imagine fazer a maquiagem enquanto os olhos debulham em lágrimas? Mas ela foi trabalhar, mesmo assim, e tentou engolir o choro. Tinha uma planilha complicadíssima para se distrair, e algumas vidas extras no Candy Crush para extravasar o ódio. Daí apareceu Moselle, sua melhor amiga, com uma carreirinha de padê.

A morena titubeou, chegou a recusar, mas voltou atrás e deu um teco. Ficou louca, louquíssima, alucicrazy, gozou com o atrito entre a saia e as pernas, passou a ver tudo em raios-x, passeou numa montanha-russa imaginária e, para deixar tudo ainda melhor, teve uma diarreia homérica. Para quem nunca havia se drogado, até que não foi tão ruim: Genise esqueceu completamente a traição do marido, e acabou tirando um peso de vinte toneladas dos ombros. Foda foi explicar porque estava toda cagada no posto de trabalho.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: