Skip to content

entre tubaínas e vassouras

setembro 25, 2008

“Ah, eu adorava fazer hi-fi na minha casa, era um desbunde!”, confessou Marlene para sua sobrinha. “Os meninos tinham que levar um refrigerante e um prato de salgado. Já as meninas, ficavam encarregadas da decoração e dos doces”, empolgou-se, mexendo no cabelo grisalho. “Ficávamos dançando, comendo e bebendo até meia-noite. Aí minha mãe acabava com a festa e todo mundo ia embora. Eu limpava tudo sozinha, mas estava feliz da vida!”. A esta altura, seus olhos ficam marejados. “Nunca vou esquecer do dia em que a Débora levou o disco com a trilha internacional da novela Sassaricando… eu adorava aquela música da Carly Simon. Ficava dançando sozinha com a vassoura, à espera de que algum dos meninos me tirasse pra dançar. Mas eu sempre sobrava…” Ao ouvir isso, a menina franziu a testa, olhou bem para a tia e ameaçou: “Se nessa sessão de saudosismo a senhora disser que ainda é cabaço, eu juro que nunca mais toco numa de suas vassouras! E vamos combinar… Não tinha nenhum disco da Madonna? Porque Carly Simon é a maior queimação, né, Tia Marlene?” E elas riram até Marlene se engasgar com um caroço de azeitona preta. Depois ficaram caladas, observando o vento agitar as copas das árvores. E tudo voltou ao normal.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: