Skip to content

germano turbinado

junho 5, 2009

Germano estava almoçando quando teve um súbito mal estar e desmaiou sobre o prato de acelga ao alho e óleo com molho de tomates-cereja. Ao se refazer do susto, ainda com o rosto sujo de azeite, ele teve uma epifania. Depois de anos sentindo-se culpado por não dar vazão aos seus desejos conflituosos, iria colocar peitinhos de silicone e assumir sua maior tara. Procurou uma clínica de estética, expôs sua vontade e jogou um maço de dinheiro sobre a mesa. Na semana seguinte já estava turbinado, exibindo aos quatro ventos seus novos amigos. Passava horas se namorando de frente ao espelho, passando os dedos ao redor dos mamilos, delirando com a sensação de ter um belo par de melões. Não que ele esperasse que alguém ficasse excitado com aquilo, mas o prazer de bater punheta para o resto da vida olhando para os próprios seios era o bastante para que finalmente atingisse o nirvana…

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: