Skip to content

Devassa pela vida

fevereiro 19, 2010

Com o fim do carnaval, Angélica decidiu passar a vida a limpo. Apesar de ter beijado vários homens nos dias de folia, ela tinha certeza de que não engataria nenhum relacionamento nos dias vindouros. O sexo foi bom com alguns deles, mas não havia aquela sensação de borboletas no estomago – depois de se despedirem, já sabiam que nunca mais cruzariam outra vez pelos mesmos lençóis. Isso, pos si só, não era lá um grande problema: estava mais do que acostumada a solidão. Havia, entretanto, algo de errado. Não era a sobrancelha, nem a marquinha do biquíni. Um estranho desejo correu sua mente, uma vontade imensa de morrer e sumir desse mundo. A morena preparou um miojo, temperou com chumbinho para ratos e estava quase dando a primeira garfada quando teve um orgasmo fulminante. Sim, um mal que acomete mulheres ímpares em situações extremas… Ela contorceu-se pelo piso, suou, revirou os olhos. Aquele momento durou exatos quarenta minutos, sem que ela tenha sequer tocado no próprio clitóris. O que a impulsionou a viver foi a busca por mais sensações como aquela. Antes, porém, era preciso cuidar das unhas, que estavam com o esmalte descascando e as cutículas gritando histericamente.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. fevereiro 19, 2010 11:47 am

    há prazeres nos lugares e situações mais peculiares…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: