Skip to content

O recado

agosto 30, 2010

Cristiane chegou em casa com uma tromba sem tamanho. Subiu as escadas batendo forte com os pés, para fazer barulho e chamar atenção. Depois de cinco minutos, desceu carrancuda, mas já com uma roupa limpa. Sem muita cerimônia, reuniu a família e deu um recado:

– A partir de hoje, está proibido comer repolho nessa porra dessa casa! Se eu pegar alguém peidando aqui dentro, eu vou mandar tomar bem no meio do olho do cu! E tenho dito!

E da mesma forma que chegou, ela se foi. Bateu a porta e ganhou a rua. Seus pais providenciaram que um chaveiro trocasse o miolo da fechadura naquela mesma noite, e Cristiane passou a viver pelas ruas, onde costuma ser vista dando dicas de nutrição para transeuntes distraídos.

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. agosto 31, 2010 5:49 pm

    rs… ai, Rafael, fico pensando no que pode ter inspirado você a escrever este conto.

  2. setembro 1, 2010 6:02 pm

    hehehe…muito muito bom… =P
    Pensei a mesma coisa…de onde veio a inspiração…? =P

  3. setembro 3, 2010 2:24 pm

    tadinho do repolho… adoro repolho… vegetal injustamente acusado de causar os puns que, na verdade, são obra daquele feijão cozido há dois dias.

    aliás, tenho um gancho engraçado pra vc… vou te mandar.

  4. setembro 8, 2010 9:14 pm

    Hahahaha, adorei o comentário da Maria!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: