Skip to content

Bruxas, doces e acarajé

novembro 1, 2007

– Não, não e não! Nós vivemos num país sul-americano e bonito por natureza, querida! Comigo não tem vez, desculpa! Por mais que nos forcem a engolir toda essa baboseira de globalização, é preciso resistir e manter as rédeas firmes! Está me entendendo? Não podemos deixar que nossa cultura, tão rica e vasta, seja devastada pelos norte-americanos e seus melindres absurdos! Os valores daquele povo são totalmente deturpados, e só servem para disseminar a mediocridade ao redor do glogo, criando uma geração alienada e suscetível a qualquer tipo de manipulação. É isso! Então, fica combinado assim: ano que vem você volta no dia de Cosme e Damião que eu te dou um saquinho de doces,ok?

Depois de ouvir o sermão de Dona Cosmerinda, a pequena Laís trancou-se em casa e rasgou toda a fantasia de cowgirl, que sua mãe comprara especialmente para a noite do halloween. Prometeu a si mesma que nunca mais ouviria as músicas de Britney Spears, e que lutaria pela valorização da cultura nacional. Colocou um cd da banda Calypso para tocar, começou a ler um livro de Paulo Coelho e se marturbou pensando no Bruno Gagliasso. Foi encontrada morta na varanda, e só tinha quinze anos. Dizem que se engasgou com um acarajé, mas nada foi confirmado ainda.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: