Skip to content

Festa da virada

janeiro 2, 2008

Francisca levou dois meses planejando e organizando uma festa de reveillon. Enfrentou vários contratempos, teve problemas com fornecedores, e a lista de convidados só fazia crescer. Mas apesar de tudo, estava feliz com aquela frenética ocupação.

A mulher foi à feira, comprou os últimos itens para a ceia e até arrumou um tempo para fazer o cabelo. Depois de tanto trabalho, Francisca deu-se o direito de descansar um pouco. Infelizmente, o despertador não tocou, pois o celular estava com a bateria fraca.

Francisca só acordou às onze da noite, com o estourar dos primeiros fogos de artifício. Desesperada, enfiou-se dentro do vestidinho branco, pegou o estojo de maquiagem e seguiu em direção ao local da festa. O namorado já a esperava, preocupado.

Por conta da ansiedade, Francisca esqueceu de comer e acabou exagerando no prosecco. Desmaiou quando falavam dois minutos para a meia-noite, e passou a virada cercada de cuidados. O namorado levou-a para casa, tirou sua roupa e deixou-a só de lingerie. Ela só acordou ao anoitecer do dia primeiro de janeiro, sem lembrar-se de nada, com a calcinha ensopada de mijo.

Quando finalmente conseguiu recobrar os sentidos, Francisca pegou sua lista de decisões para 2008 e adicionou uma notinha: “Não beber prosecco novamente.” No dia seguinte, comprou um colchão novo e um despertador de pilha.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: