Skip to content

segredos de um processo criativo

maio 7, 2008

Hermínio tinha um hábito estranho. Na verdade, ele gostava de escrever. Ganhava dinheiro com isso, inclusive. Complicado mesmo era seu processo criativo. Quando não tinha idéias muito originais e o papel continuava em branco, ele se travestia de Marjorie Estiano, abria um pacote de cheetos bolinha e dançava alguma balada melosa, bebericando um Martini extra-dry com apenas duas azeitonas. Assim nasceram sete de seus nove romances mais aclamados pela crítica especializada. Os outros dois foram da época em que ele ainda se empolgava com os leques do Locomia.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: