Skip to content

Quem é quem no meio do apagão

novembro 11, 2009

#1 – Normalmente, Sérgio só conseguia dormir depois da meia noite. Ele chegava do trabalho, tomava um bom banho, ligava para a namorada, jantava, trabalhava um pouco, lia algumas coisas da internet, assistia seus seriados e cuidava das plantas. Ontem, porém, ele chegou tão exausto que acabou apagando logo depois da chuveirada. Dormiu tão profundamente que só ficou sabendo do apagão quando entrou no ônibus. E pela primeira vez na vida, não se sentiu tão mal por estar por fora do assunto do dia.

#2 – Rodrigo é um rapaz vaidoso, que gostava de se exibir na webcam para ninfetinhas da alta sociedade. Noite passada, ele estava teclando com uma paquera de Ipanema quando foi pego de surpresa pela queda de energia. Tinha acabado de tirar a camisa, e mostrava com orgulho os bíceps avantajados que cultivara na academia em infindáveis noites de musculação. Do nada, ela sumira do messenger. Logo em seguida, acabou a bateria do nobreak. Sem outras alternativas para passar o tempo e desvencilhar-se do calor, o rapaz pegou uma lanterna e seguiu para a rua. Suas vizinhas, que já estavam sentadas em cadeiras de praia à beira da calçada, adoraram aquela visão descamisada, mesmo que sob a penumbra das velas. O galã, meio que se fazendo de bobo, sorriu para as banguelas. Dona Cosmerinda, cujos oitenta e poucos anos não a impediam de sassaricar como uma garotinha pelas ruas da Vila da Penha, resolveu pedir para tocar no peitoral talhado do rapaz. Foi um momento mágico, que por mais insignificante que pudesse parecer, mudou a vida de ambos. Hoje cedo, ele recebeu um email de sua nova amiga, convidando para dançar um tango no baile da terceira idade, que acontece todas as quintas, na praça de alimentação do shopping. Ele não levou nem três minutos para aceitar.

#3 – Tão logo as primeiras pipocas começaram a estourar, apagaram-se todas as luzes da casa. Regiane então ouviu seu pai amaldiçoando-a por ter insistido em ligar o microondas com toda aquela chuva. A guria ficou chateada por ter perdido um pacotinho inteiro de milho, e ele seguiu enfurecido até a caixa de disjuntores, sobre suas galochas encharcadas. Não demorou muito para descobrirem que a escuridão havia atingido todo o bairro, e por alguns segundos ela conseguiu respirar aliviada. Seu pai, no entanto, gostava de polemizar e a culpou pelo apagão. Discutiram como seres irracionais e, aos berros, o senhor de meia idade acabou arrancando o aparelho da tomada, atirando-o no quintal. Regiane não se fez por rogada: acendeu algumas velas e tirou a velha pipoqueira de despensa. Naquela noite, ela comeu uma tigela inteirinha de pipoca doce, sem oferecer para mais ninguém.

#4 – O elevador parou no 23º andar e a iluminação de emergência foi acionada. Denise e Astolfo estavam deixando a empresa, depois de um cansativo expediente onde o caos costuma ser a única constante e foram surpreendidos pelo apagão quando não tinham energia sequer para manterem-se de pé. Ficaram até mais tarde para fechar alguns processos, revisar propostas e conferir boa parte das contas. Os celulares estavam fora de área, e zelador do prédio não respondia aos sinais de socorro. Com as recentes projeções de uma iminente catástrofe climática, os dois começaram a temer por algo pior do que uma mera queda de energia. Passadas duas horas sem qualquer tipo de sinal do mundo lá fora, Denise tirou a roupa e atacou seu colega de trabalho. Se aquele era o fim dos tempos, ao menos terminariam suas vidas com prazer. Astolfo estava possuindo sua companheira de confinamento quando o fornecimento de energia foi restabelecido a as portas se abriram. Por sorte, ninguém os flagrou naquela situação comprometedora, e ainda deu tempo de gozarem.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: