Skip to content

O prazer que era só dela

março 8, 2010

Prescilla estranhou quando lhe deram uma rosa na entrada da empresa. Num primeiro momento, achou que fosse brinde ungido da igreja universal. Depois, ela se tocou que poderia ser oferenda de macumba e fez um muxoxo. Tudo muito esquisito, ainda mais quando o segurança resolveu cumprimenta-la com um sorriso simpático. Havia algo diferente no ar, e não era seu novo perfume da Avon. Encucada, seguiu até o banheiro para ver se não havia alguma casca de feijão presa aos dentes.

O estagiário a recebeu com cortesia, o chefe elogiou seu bom astral e o faxineiro a surpreendeu com um longo abraço. Comportamentos para lá de suspeitos, que se não fossem emoldurados por tantos sorrisos, poderiam ser interpretados como a extrema unção. Um pânico repentino a tomou quando também supôs que poderia ser demitida, justamente quando estava com o carnê da Insinuante quase quitado. Só não sabia se era pior estar jurada de morte ou perder o emprego.

Com a alma minguada, Prescilla chegou a enjoar de tantas caraminholhas na cachola. Depois de algum tempo, enfim, a copeira viu um cartaz perto do bebedouro e se tocou de que era o dia internacional da mulher. Por isso a tratavam com tanta pompa ( já que era a única em todo aquele andar ). Uma revolta subiu-lhe as ventas, pois o que ela queria mesmo era um belo presente.

Aproveitou a deixa para bancar a insuportável: inventou uma tpm e não adoçou o café. E como se isso já não bastasse, mandou colocar papel-lixa no banheiro e desregulou a estufa. Se aquele era seu dia, nada melhor que torna-lo prazeroso. Foi aí que ela pintou os olhos com bastante cajal e seguiu ouvindo Bat for Lashes até o fim do expediente, porque era maldita e tinha muito orgulho disso.

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. março 10, 2010 3:14 pm

    KKKKKKK, podre o primeiro capítulo, Igreja Universal, macumba e Avon!
    Eu só voei na “Insinuante”, embora imagine bem do que se trata.
    Enfim, outro ótimo conto, Rafael!

  2. março 10, 2010 7:55 pm

    Primeiro parágrafo, não capítulo.

  3. cinebuteco permalink
    março 11, 2010 6:54 pm

    O que é Insinuante?

  4. março 12, 2010 12:49 am

    Ok, gente: Insinuante é uma rede de lojas de eletrodomésticos muito predominante no nordeste e Rio de Janeiro. Concorrente direta do Ponto Frio e Casas Bahia.

    Um dia vocês comprarão um barbeador lá, anotem!

  5. março 15, 2010 7:34 pm

    Considerando a “fartura” de barba que eu tenho, se eu comprar barbeador lá vai ser pra dar de presente, hehehe!

  6. junho 6, 2010 10:33 pm

    Estive em Vitória, vi uma “Insinuante” e lembrei de você na hora! Tive que fazer até foto (nada mais “Suburbanismos”, Vitória e foto em frente à Insinuante, fala a verdade?).
    😛

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: