Skip to content

O vício de Glória

fevereiro 26, 2011

Glória gostava de comer creme dental, desde a mais remota infância. Tanto que, já crescida e casada, ela comprava vários tubos escondida do marido, para se deliciar durante as monótonas e solitárias horas do dia em que passava sozinha em casa, depois que sua empresa de quentinha foi à falência.

O lado positivo desse estranho vício era que ela mantinha o hálito fresco por mais tempo e, por conseguinte, alimentava sua fama de mulher asseada. Todos os vizinhos, parentes e amigos elogiavam seu eterno frescor bucal. Uma mentira deslavada, já que a atriz detestava escovar os dentes.

Certa noite, depois de se esbaldar com três tubos de Tandy sabor morango, Glória acompanhou Tarcísio num programinha light. Foram prestigiar a festinha de Lília em seu novo apartamento, na Cinelândia. Por medida de economia, o casal dividiu um táxi com Emilinha e Rogéria, que elogiavam repetidamente o novo milk-shake de morango do Bob’s.

Ao chegar ao apartamento, para não se sentir tão nervosa dentre tantas pessoas bacanudas, Glória bebeu algumas taças de espumante. O que ela queria mesmo era socar um tubo de Colgate goela abaixo, mas como a ocasião não permitia, ela achou mais adequado fazer a linha descolada. Um brilho a mais em seus olhos ligeiramente amendoados não seria tão perceptível, tal qual a última plástica para levantar os seios…

Uma apresentadora de TV, cujo ânus foi cirurgicamente amputado devido ao excesso de relações sexuais sem lubrificação (e que preferiu não ser identificada), puxou conversa com a célebre empresária, enquanto cuspia a barquete de pepino num guardanapo de pano. Glória, que tinha pavor de legumes, tremeu dos pés à cabeça e pediu outra taça de espumante. Mais outra. E mais outra. Sem querer, ficou de pilequinho e um pouco abobada.

Tarcísio notou algo de diferente no semblante de sua amada, que voltava do banheiro com um olhar meio paranóico, no exato momento em que Watuzi contava suas aventuras pela relva venezuelana. Glória começou a arrotar bolhinhas de sabão na cara dos garçons, rindo muito e chacoalhando os seios como se fosse uma caloura do Silvio Santos. Em dado momento, ela empurrou a apresentadora de TV para cima de uma copeira e agarrou-se nas melenas artificiais de uma travesti. O caos ganhava vida…

Lília, que gargalhava escandalosamente na varanda por causa de uma piada indecente de Orlandinho, achou a cena lastimável e resolveu interceder. Com a fúria da viúva Porcina, pegou a colega pela peruca e a arrasou até o para-peito da ventilada varandinha. Imperativa e quase beirando a histeria, ela exigia que a colega de carteado ruminasse todo o champagne que havia bebido. Enquanto isso, Rogéria soltava um peido molhado, por conta da empada de ricota que ficara levemente azeda.

Tarcísio, atordoado pelo comportamento arredio da Glória, achou melhor retira-la da festa e esquecer tamanho vexame. Chorando muito e toda babada, com o vestido banhado em vômito colorido, Glória resolveu assumir que estava tendo uma overdose de creme dental. Segundo ela, Lília tinha um irresistível estoque daquelas iguarias no armarinho debaixo do lavatório, e a tentação foi maior do que poderia suportar.

Ao ser atendida em um moderníssimo hospital de Copacabana, Glória pediu para que os médicos não deixassem o assunto vazar na mídia, já que ela não gostaria de envolver seu nome em um escândalo tão inapropriado. Rogéria só ficou sabendo do ocorrido pela boca da travesti descabelada, logo depois de compartilharem duas carreirinhas de pó no banheiro. Sem perder tempo, ela contou tudo, com riqueza de detalhes, em seu blog na internet.

Glória decidiu que vai esperar a virada da lua, antes de procurar uma mãe-de-santo e encomendar um trabalho de amarração para todos aqueles que estavam na festa. Seu ódio é tão grande que a renomada empresária nem sentiu os efeitos devastadores da abstinência de creme dental. Ainda hoje, persistem os buxixos sobre quem seria a dona da calcinha suja encontrada na bandeja de camarões, mas isso já é outra história.

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. fevereiro 26, 2011 1:53 pm

    “… cujo ânus foi cirurgicamente amputado …” Como proceder?!
    hahahahahahahahaha

  2. março 10, 2011 12:52 am

    HAHAHAHAHAHA!!!
    Até a Watusi vc ressuscitou! Hahahaha, tadinha da Gloria Menezes, rs…

  3. Giuliano permalink
    março 24, 2011 6:40 pm

    Hahaha… Ri muito aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: